sábado, 2 de janeiro de 2010

CHEGA!

Ninguém viu eu na ponte, só o motorista, mas esse estava louco, como os homens todos. e não me olhou , sequer pressentiu  o que pararia uma guerra. Eu compreendi cabral, não como leitor, como em sonho de poeta. Quando estou em transe você nunca esta, estou só, estou em mim, e nessas horas sinto Cristo.

Ninguém estava no banheiro, ninguém viu, portanto se calem quando pensarem mal de mim, que suas bocas se contenham, porque estava exercendo o ofício de que me gabo tanto, do qual me orgulho, de ser pai. Dando banho em meu filho, que me olhava com minhas dificuldades de motoras, que me amava pelo esforço quase sobrenatural, quase sagrado, de livrar-lhe de um constrangimento.

E quando eu fui só, chovia pouco, e era tarde, já quase noite, e nunca esqueço o que ele disse, e sempre choro por esse dia, e sempre lembro de uma menina com sua mãe, e eu tentando dizer com o olho àquela menina, triste e linda, que a vida ainda presta, ainda é vida. A menina triste, na cadeira de rodas, nem sei se era tão linda ou tão triste, mas para mim o que conta é o que havia de força no drama.

Quem esteve comigo quando fui bom? ninguém!

Quando joguei, perdi, menti, errei, havia o mundo de testemunho. Quando eu velava o mundo, chorava por ver uma idéia boa, auspiciosa, sendo posta em prática por um canalha e berrei contra isso, todos riram, ou desprezaram, ou nem isso.

Quem me cobra saberá porque me perdi?

claro que  não.  Não haverá jeito de o mundo compreender, mas não queria o mundo, bastava só você, bastava só o teu suor, o teu sexo. Mas você nem veio, nem virá, nem é minha nem será, e já olho tudo sem você, e já não quero nada, só fazer sexo,  dormir, e esperar o fim de tudo. sem lamentar.

E chega de postagens, chega de tudo, tragam álcool, tragam putas, tragam fel ao meu coração. e que eu nunca pronuncie mais a palavra coração, e nem fale de meu amor por meu filho.

NO MAIS,TUDO É SILÊNCIO.

4 comentários:

Mirse Maria disse...

Que houve, meu amigo?

Nem Glauber Rocha conseguiria um transe dessa dimensão. Sem explicar o porque, fica difícil.

Você é muito querido e sabe disso. Todos se importam com você.

Aguardo sua melhora!

Ai que medo!

Beijos

Mirse

Fofurete disse...

Acredita em anjo!
Pois é, sou o seu!
Soube que anda triste
Que sente falta de alguém
Que não quer amar ninguém
Por isso estou aqui!
Vim cuidar de você
Te proteger, te fazer sorrir
Te entender, te ouvir
E quando tiver cansado
Cantar pra você dormir
Te colocar sobre as minhas asas
Te apresentar as estrelas do meu céu
Passar em Saturno e roubar o seu mais lindo anel
Vou secar qualquer lágrima
Que ousar cair
Vou desviar todo mal do seu pensamento
Vou estar contigo a todo momento
Sem que você me veja
Vou fazer tudo que você deseja
Mas, de repente você me beija
O coração dispara
E a consciência sente dor
E eu descubro que além de anjo
Eu posso ser seu amor.

Moacy Cirne disse...

Meu caro,
faço minhas as palavras de Mirse Maria.

Reaja!

Um grande abraço.

YaRa disse...

O poeta da Verdade e de SEMPRE...suas palavras tem sempre força e sentimento inigualaveis....Sempre te admiro quando vejo os relatos do teu heroísmo imperfeito...mas por isso mesmo muito mais heróico que a frasa da inancalçavel perfeição...te ADORO meu irmão