sábado, 28 de março de 2009

ZANGADO







NÃO TENHO TEMPO NEM PACIÊNCIA PARA OS ATEUS, NEM PARA OS SANTOS.
NEM PARA OS PONDERADOS, NEM PARA OS RADICAIS,
PARA OS QUE SÓ GANHAM, NEM PARA OS QUE SÓ TENTAM.,
PARA AS PUTAS, NEM AS VIRGENS.
ESTOU APRESSADO, PORQUE JÁ GASTEI 33 ANOS DE MINHA COTA, E QUERO O CLARO, O CERTO.
TENHO TIDO POUCA COMPREENSÃO PELOS COVARDES, PELOS CRENTES, PELOS PAPAS, E POR OS QUE NÃO AMAM.
CISMO QUE SÓ IDIOTA ALCANÇARÁ O REINO DOS CÉUS, E SINTO NÃO SER UM DELES.

NÃO QUERO SALVAÇÃO PÁLIDA, ESQUÁLIDA, CAQUÉTICA.
EU VIVO NO LIMITE DE JOGAR, E NO JOGO JOGAR TUDO FORA, E NÃO JOGAR, E ESTAR VIVO.

Um comentário:

Mirse disse...

Forte, Wellington!!!!"VIVO NO LIMITE DE JOGAR, E NO JOGO JOGAR TUDO FORA".... e a belíssima música do Cazuza, que é meu hino, ou mantra. Não sei se sou idiota e alcançarei o reino dos céus, nem é esse meu objetivo, esse REINO encontra-se no AMOR e na PAZ. Quando se entra no seu blog, a primeira coisa que vemos, é a fotografia LINDA de uma criança dentro da piscina, com óculos escuros.Na expressão do rosto, observe, está o Amor recebido e a inocência. Este quadro, para mim é O REINO, É A PERSONIFICAÇÃO DO AMOR QUE RECEBE, certamente do pai.


Beijos

Mirze