domingo, 11 de outubro de 2009

MERDA!






Ontem, varanda da casa de meu pai, discutimos sobre questões profundas, e tivemos, eu, minha irmã e meu pai, um dos diálogos mais idiotas que a humanidade conheceu. Não há exagero, a conversa me deixou intrigado quanto a sanidade mental de minha família.. reproduzo aqui mais ou menos o tom da conversa.

Vamos aos participantes.
Minha irmã, anamélia, que diz que tudo de ruim ou de bom que acontece em um país se deve à sua colonização, dizia, em um arroubo de genialidade pura, que 2+2 nem sempre resultaria em 4 (é sério!), meu pai, defendia sua tese de sempre, que os americanos não prestam e eu entro em uma conversa desse nível para falar mais merda ainda.
E isso é literal, no meio de uma discussão sobre lógica, eu solto essa pergunta:
VOCÊ COME MERDA?
Veja bem, o que queria dizer era que mesmo partindo de convenções, de premissas não comprovadas, a lógica é perfeita, não pode ser relativisada, por não comprovada. Ninguém vai discutir se é certo ou não comer merda, no entanto.....
Bom, esqueçamos dessas merdas, falemos de outras.
Lula, novela, silas malafaia, flamengo....
Vou parar, chega de tanta merda!

2 comentários:

YaRa disse...

Respeite meu time rapaz!!Que absuuurdooo!! Saudades de você mesmo assim ¬¬

Mirse Maria disse...

Well. gostei de sua postagem.

Por mostrar uma família, que embora falando o que você considera, "merdas", nela existe o núcleo familiar com várias opções, onde o mais importante é existir e ter o direito e a liberdade de expressão.

No dia em que o mundo acabar a base familiar, onde pessoas expõem suas opiniões e se abrem verdadeiramente, sem medo de críticas, sem paródias ou prosas irreais, não quero mais estar aqui.

Só para concluir:
Concordo com seu pai. E além de odiar americanos, odeio os europeus que já existiam e permitiram a formação de uma civilização dominadora e materialista.

Sua irmã também tem razão. Nem sempre 2-2=4. 1-3, também é. E no sentindo mais figurado um casal, portanto dois seres ao conceberem um filho formam 3.

O mais interessante, foi seu questionamento.

Come-se o que se compra e alimenta o organismo. Come-se o que se pode e dá prazer.

(capitalismo americano, não come merda, mas faz)

Inteligência e perspicacidade!

Você acendeu a luz e voltou à terra de Lula, etc etc...


Muito legal!

Parabéns!

Beijos

Mirse